Cristóvão reclama de calendário e atraso tático do futebol brasileiro

Cristóvão reclama de calendário e atraso tático do futebol brasileiro

Foto: Photocamera
Foto: Photocamera

No gramado, Cristóvão Borges tenta implementar seu estilo de jogo e comandar o Fluminense rumo às vitórias e  títulos. Fora dele, é um defensor do negócio futebol melhor desenvolvido, a começar por uma reformulação no calendário.

– O calendário brasileiro torna o espetáculo pobre, e ninguém quer pagar para ver um espetáculo pobre. Tem que melhorar este calendário, dar um tempo de trinta dias para a pré-temporada. Só assim competiremos em alto nível – afirmou o treinador, que criticou o que considera um atraso tático do futebol brasileiro em relação ao europeu:

– Estamos atrasados em relação à Europa. Não disse estagnado, porque acho um exagero. Mas eles ultrapassaram a gente, porque sempre tiveram disciplina tática e desenvolveram a qualidade técnica e o improviso, que sempre foram as nossas peculiaridades. Precisamos nos organizar para avançar.


Sem comentários