Samuel Xavier diz que time terá de achar outras soluções de o The Strongest pressionar a saída de bola (Foto: Mailson Santana - FFC)

Líder do Grupo D da Libertadores com 100% de aproveitamento até aqui, o Fluminense terá uma missão complicada na quarta rodada. Irá à Bolívia enfrentar o The Strongest, quinta-feira, no Hernando Siles, na altitude de 3.625 metros de La Paz. Após a derrota no clássico do último sábado contra o Botafogo, Samuel Xavier aponta lição aprendida pela equipe tricolor.

Na visão do lateral-direito, o rival soube marcar bem a saída de bola do Flu no clássico. Assim, o time precisará ter outras soluções caso o The Strongest também dificulte.

 
 
 

– Acho que faltou da nossa parte, o Diniz dá essa liberdade para a gente dentro de campo. Tínhamos outro modo de sair e não conseguimos fazer, nossa estratégia não funcionou. Mas estamos preparados para isso, é que a gente não conseguiu fazer nesse jogo do Botafogo. Mas acredito que se tivermos essa dificuldade de saída (contra o The Strongest) vamos usar nossa outra estratégia e vai dar certo. (…) Sabemos que a marcação deles é muito forte. Lembro que depois do jogo (1 a 0 no Maracanã) a gente conversou bastante que eles tinham algumas estratégias de marcação. Mas conseguimos sair e criar – disse em entrevista ao site ge.