Deco despista sobre aposentadoria, mas não se vê no Flu em 2014

Deco despista sobre aposentadoria, mas não se vê no Flu em 2014

Deco, o maestro tricolor

Considerado um dos meias mais técnicos da última década, Deco foi um dos responsáveis pelo ressurgimento de Portugal para o cenário mundial do futebol, conduzindo a seleção daquele país até a final da Eurocopa, por exemplo. Ele também marcou história no Porto-ING, Barcelona-ESP e, em menor escala, no Chelsea-ING.

Desde 2010 no Tricolor das Laranjeiras, o luso-brasileiro acumulou inconstância nos gramados, lesões, dois títulos nacionais e um estadual. Fazendo um balaço positivo, mas já não vendo o clube como opção para a temporada que vem, apesar da proximidade de sua aposentadoria, o jogador deixou seu futuro em aberto, destacando que dará o máximo de si, em busca de mais um Brasileirão, nos seis meses que lhe restam de clube.

– Hoje o que mais me importa é fazer um grande final de temporada pelo Fluminense, por respeito a mim e pelo clube. Cheguei em 2010, tive momentos bons e ruins, algumas fases difíceis, mas o balanço é positivo. Poucos jogadores passaram três anos em um clube e conquistaram dois Brasileiros e um Estadual. Então o maior desejo é fechar esse capítulo com chave de ouro. Um tricampeonato seria algo completamente histórico – disse Deco, confirmando em seguida o tom de despedida.

– Tom de despedida, sim, mas não posso dizer do futebol.