Velho conhecido da torcida tricolor, o técnico Cuca não comandou o Palmeiras da beira do campo, na última quarta-feira, frente ao Time de Guerreiros, em virtude de uma punição. Entretanto, câmeras teriam flagrado o auxiliar do comandante, Cuquinha, usando comunicação através de pontos. A partir disto, o STJD resolveu denunciar o treinador, que esbravejou e negou ter utilizado qualquer tecnologia para se comunicar durante a partida:

– Eu não usei. Estou lá em cima nas cadeiras, e se alguém me viu falando em algum momento por rádio, pode me punir. Não sei por que essas coisas estão acontecendo. Não é da regra ter comunicador, a gente entende – disse enfurecido.

Depois disso, o treinador perdeu a compostura e soltou o verbo, incluindo palavrões.

– Não sei por que em duas ocasiões foram feitas leituras labiais no Cuca. A gente não fala ‘marca, meu bem’, e sim fala ‘puta que pariu, marca essa porra, caralho’. Fui expulso pelo Vuaden, pegam uma câmera filmando o que você fala e colocam as letrinhas embaixo. Vai ver que ganhamos esse jogo lá porque essa merda não funciona – disse.

Para finalizar, Cuca ironizou, dizendo que espera pegar o maior gancho que o STJD prevê para esse tipo de situação, ou seja, seis jogos.

– A gente fica sentido com isso. As coisas não são permitidas para a arbitragem ter uma visão da TV e voltar um lance, mas é permitido para denunciar um treinador. Tomara que eu pegue seis jogos de suspensão – disse o treinador alviverde.