(Foto: Divulgação/FFC)

Um dos segredos das divisões de base do Fluminense, em Xerém, é ter o futsal voltado para a formação de atletas de campo. Na última rodada do Campeonato Carioca, na goleada por 4 a 0 do Tricolor sobre o Macaé, o jovem atacante Kayky foi um dos destaques, marcando, inclusive, um dos gols.

O jovem veio do futsal, o que evidencia a importância do investimento na Metodologia Completa de Xerém. Em entrevista, o diretor da base tricolor, Antônio Garcia, comentou sobre esse projeto e os frutos para o clube verde, branco e grená.

– O futsal é a nossa principal porta de entrada para o futebol de campo. Ver o Kayky se destacar no profissional nos deixa ainda mais orgulhosos e mostra que estamos no caminho certo. Temos como objetivo integrar cada vez mais os dois departamentos. Queremos que nossos jovens jogadores, ao entrarem em quadra, seja para treinar ou jogar, saibam que já estão fazendo parte da nossa academia de formação, estão sendo observados e preparados para a transição ao campo. Termos o envolvimento dos profissionais que já fazem um ótimo trabalho no nosso futsal neste processo é fundamental. Estou confiante na evolução de Xerém – explicou ele.