(Foto: Divulgação/FFC)

O Fluminense decidiu encerrar a parceria com o STK Samorin, da Eslováquia, iniciada em 2015. Sem conseguir patrocinadores para ajudar nos custos, o Tricolor não tem condições de financiar sozinho devido a grave crise financeira. No entanto, quatro atletas foram emprestados ao clube eslovaco para o primeiro semestre de 2019. O diretor da base Marcelo Teixeira explicou.

– Tem um contrato em vigor. Há regras a serem cumpridas. A partir do momento que se coloca um jogador na vitrine, com a ideia de melhorá-lo, tem de se manter. Isso está acontecendo. Estamos cumprindo as questões contratuais – disse.

Diogo, Gabriel Capixaba, Luquinhas e Peu foram emprestados (os dois últimos pela terceira vez), além do técnico Leonardo Ramos, do sub-15 em Xerém. O NETFLU apurou nesta quarta-feira que a renovação do meia Luquinhas foi feita sem conhecimento do diretor de futebol Paulo Angioni. A negociação foi conduzida pelo diretor da base Marcelo Teixeira e pelo vice de futebol Fabiano Camargo.