Diretor geral lamenta proporção que tomou saída de vice de futebol

Diretor geral lamenta proporção que tomou saída de vice de futebol

Sandrão renunciou após imprensa descobrir relação com a Unimed. Foto: Photocamera
Sandrão renunciou após imprensa descobrir relação com a Unimed. Foto: Photocamera

Jackson Vasconcellos, diretor geral do Fluminense, minimizou a saída de Sandro Lima da vice-presidência de futebol. Na visão dele, a proporção que o assuntou tomou na mídia foi exagerado.

– O assunto envolvendo a saída do Sandro Lima tomou uma dimensão que não tinha que ter, é um problema que vai se esvaziar logo. Por que digo isso? O Sandro, ao saber que o contrato que ele tinha com a Unimed-Rio viria a público, achou que poderia trazer transtorno para a parceria e o clube e renunciou ao cargo. O Peter entendeu e aceitou a renúncia, vida que continua. Ele não indicou ninguém porque faltam dois meses para as eleições, trata-se de uma posição de importância. Uma indicação poderia simbolizar irresponsabilidade ou arrogância – explicou o diretor geral do Fluminense, Jackson Vasconcelos.