Mário tem sido voz ativa entre os clubes que discutem uma distribuição mais justa dos recursos no futebol brasileiro (Foto: Lucas Merçon - FFC)

Após reunião com os clubes que não concordam com os preceitos estipulados pelos que iniciaram a Libra, Mário Bittencourt falou que a questão financeira no momento é a principal prioridade a ser resolvida. O presidente do Fluminense afirmou que a organização do Campeonato Brasileiro, por ora, fica deixada de lado.

— O objetivo da Liga é também administrar o campeonato. Essa discussão ainda não está dentro da mesa, porque ainda não está formada. Quando estiver, o objetivo será organizar o campeonato, arbitragem, como todas as ligas do mundo. Poderá sim ter uma assessoria da CBF. Não existe uma liga no mundo sem Federação. Todas as ligas do mundo estão conectadas com algum tipo de federação, para alguns processos que não faz e acaba deixando com a federação, como por exemplo, o registro de contratos. Até porque, a legislação brasileira prevê isso – falou.

O Fluminense faz parte do grupo dos clubes que lutam por uma divisão de receitas mais justa no futebol brasileiro no sentido de encerrar o abismo em relação aos que recebem mais.