Neville Proa afirma estar revoltado com a situação do país
Neville Proa afirma estar revoltado com a situação do país

A Viton 44, patrocinadora master do Fluminense, tem contrato com o clube até o fim de 2016, mas se depender de seu presidente, Neville Proa, o compromisso será encerrado bem antes do previsto. O empresário afirma já ter procurado Pedro Antônio, vice de projetos especiais tricolor, e pedido para terminar o vínculo. Neville admite estar encontrando dificuldades para efetuar os pagamentos e prevê a situação ainda pior no próximo ano.

– Uma palavra define a história: desastroso. Coitado do nosso Brasil. Está derrotado. Estou revoltado com a situação. Telefonam pra mim pedindo emprego, mas está insustentável. Eu faço investimento no futebol, que o povo gosta. É fabuloso colocar nossa marca, mas estou padecendo para pagar. Ano que vem vai piorar com o Campeonato Carioca tendo times reservas. É tanto giro que passa na minha cabeça que vejo uma desgraça total. Colocar “Time B” será horrível. Estamos f***. Não vou bancar mais ninguém. Montei uma empresa nos Estados Unidos e como todos estão fazendo vou zarpar para lá. Não quero saber mais de nada aqui no Brasil. Só vou patrocinar placas de publicidade e só. Tenho um contrato com o Fluminense para o ano que vem, mas estou pedindo as autoridades lá devido à condição brasileira para encerramos o vínculo porque não teremos condições para bancar. Quero sair para não ficar feio. Conversei com o Pedro Antônio e disse pelo amor de Deus… A cláusula vai até 2016, mas estou padecendo e ano que vem será pior. Quem duvida disso? É preferível sair. Temos um nome, mas não tem dinheiro no mercado – disse.

 

Além do Fluminense, a Viton também anuncia no Vasco e no Flamengo, mas em espaços menores.


Sem comentários