Foto: Nelson Perez/FFC

Além de ter um aproveitamento ruim contra times de mesmo porte, o Fluminense apresenta outros dados alarmante.  Dos grandes do Brasil é o time que mais sofreu gols em 2017 e o que mais foi derrotado.

O time do técnico Abel Braga sofreu 91 gols em 71 partidas, média de 1,28 por jogo. O segundo que mais foi vazado, o São Paulo, teve sua defesa rompida 77 vezes, mas uma média maior: 1,32.

Em relação à quantidade de fracassos, o Tricolor sofreu 23 revezes, portanto, em 32,3% das partidas saiu de campo derrotado. O Botafogo vem a seguir com 22, mas em 68 jogos, e a mesma porcentagem: 32,3%. Veja abaixo:

 

Número de derrotas em 2017

Fluminense – 23 derrotas em 71 jogos (32,3%)

Botafogo – 22 derrotas em 68 jogos (32,3%)

Atlético-MG – 19 derrotas em 67 jogos (28,3%)

Palmeiras – 18 derrotas em 62 jogos (29%)

Grêmio – 17 derrotas em 71 jogos (23,9%)

São Paulo – 17 derrotas em 58 jogos (29,3%)

Vasco – 16 derrotas em 53 jogos (30,1%)

Cruzeiro – 14 derrotas em 70 jogos (20%)

Flamengo – 14 derrotas em 75 jogos (18,6%)

Internacional – 14 derrotas em 64 jogos (21,8%)

Santos – 14 derrotas em 61 jogos (22,9%)

Corinthians – 8 derrotas em 64 jogos (12,5%)

 

Quantidade de gols sofridos em 2017

Fluminense – 91 gols em 71 jogos (1,28 de média)

São Paulo – 77 gols em 58 jogos (1,32 de média)

Atlético-MG – 70 gols em 67 jogos (1,04 de média)

Botafogo – 68 gols em 68 jogos (1 de média)

Palmeiras – 67 gols em 62 jogos (1,08 de média)

Flamengo – 65 gols em 75 jogos (0,86 de média)

Vasco – 59 gols em 53 jogos (1,11 de média)

Grêmio – 58 gols em 71 jogos (0,81 de média)

Cruzeiro – 58 gols em 70 jogos (0,82 de média)

Internacional – 54 gols em 64 jogos (0,84 de média)

Santos – 52 gols em 61 jogos (0,85 de média)

Corinthians – 40 gols em 64 jogos (0,62 de média)