Drubscky nega conforto por vantagem do Fluminense

Drubscky nega conforto por vantagem do Fluminense

Ricardo Drubscky confessa ter sentido uma ponta de raiva com gol do Botafogo no fim do jogo de ida (Foto: Nelson Perez - FFC)
Ricardo Drubscky confessa ter sentido uma ponta de raiva com gol do Botafogo no fim do jogo de ida (Foto: Nelson Perez – FFC)

O Fluminense pode empatar com o Botafogo, neste sábado, no Engenhão, para chegar à decisão do Campeonato Carioca. Mas isso não é sinônimo de tranquilidade para Ricardo Drubscky. O técnico confessa ter sentido uma certa decepção na ida, quando o Tricolor vencia por 2 a 0 e sofreu um gol no fim, deixando escapar uma ótima vantagem.

Agora, o treinador vê o time atento e sem qualquer conforto para o duelo.

– Nenhum. Absolutamente nenhum. Quando levamos aquele gol do Botafogo, deu aquele sentimento de raiva. Mas cabe uma menção ao torcedor do Fluminense. Naquela derrota de 3 a 0, saiu aplaudindo, incentivando… O torcedor tem sido maravilhoso. Mas quando sofremos aquele gol do Botafogo sentimos aquela dorzinha no peito de perder a vantagem de dois gols. Mas logo em seguida já veio aquele negócio, pois não nos desmobiliza. Ganhando de um gol de diferença, ficamos com a vantagem praticamente nula. Estamos mobilizados, atentos e não estamos achando que temos vantagem. É zero praticamente. Só pensaremos na vantagem se ela se mantiver no finalzinho do jogo – explicou.


Sem comentários