2O ex-técnico da seleção brasileira e do Internacional, Dunga, será intimado a depor na Polícia Civil do Rio de Janeiro em breve. O tetracampeão mundial está sendo investigado por uma suposta relação com o empresário argelino Mohamoud Lamine Fofana, chefe de uma quadrilha internacional que venda ingressos da Copa do Mundo.

– Dunga se encontrava muito com Lamine, em festas e hotéis. Ele será chamado a depor – disse o delegado Fabio Barucke.

O profissional do futebol garante não possuir amizade com o argelino e diz não ter contato com o mesmo.

– É um empresário de futebol. Me levou a jogar na Chechênia [em 2011, com outros tetracampeões do mundo]. Participamos de um almoço na Lagoa. Não tenho mais notícia nenhuma – disse Dunga.

No Rio, Mohamoud está alojado num apartamento de um condomínio de luxo na Barra da Tijuca. O imóvel pertence ao ex-zagueiro do Flamengo e da seleção Junior Baiano. Segundo a polícia, não há indício de que o ex-jogador colaborava com a quadrilha de venda ilegal de bilhetes.

Já o irmão de Ronaldinho Gaúcho, Assis, foi pego em uma escuta telefônica negociando ingresso da Copa com Lamine. Ele também será chamado a depor.

 

 

 


Sem comentários