(Foto: Reprodução Instagram)

Torcedores do Fluminense repercutiram nas redes sociais neste fim de semana uma proposta do exterior por Bruno Praxedes, do Internacional, de 7,5 milhões de euros (cerca de R$ 50 milhões). O motivo? O Tricolor detém parte dos direitos do atleta e terá direito a uma fatia caso o negócio saia. Mas qual exatamente é a porcentagem? A notícia dá conta de que o clube verde, branco e grená possui atualmente apenas 10% do jogador e não mais os 50% que detinha quando o atleta se transferiu para o clube gaúcho, o que gerou questionamentos da torcida nas redes:

De acordo com o portal GE, quando acertou sua saída para o Inter, foi acordado que o Flu teria 50% dos direitos do jogador. No entanto, havia uma cláusula de que o Internacional poderia comprar, posteriormente, mais 20% dos direitos pelo valor de R$ 500 mil. Opção essa que foi exercida em 2020. O outros 20% foram negociados com o próprio jogador por conta de uma dívida que o Flu tinha com os seus empresários de cerca de R$ 1,3 milhão. O Tricolor então cedeu em troca da quitação do débito.

Logo, somando o valor dos primeiros 20% e da dívida quitada, até o momento, Praxedes rendeu ao Fluminense R$ 1,8 milhão. Como ainda tem 10% dos direitos econômicos do jogador, o Tricolor ainda terá direito de receber aproximadamente R$ 5 milhões, caso o Inter aceite a proposta de R$ 50 milhões que foi recebida.