“É um dia histórico”, vibra CEO da Liga Sul-Minas-Rio

“É um dia histórico”, vibra CEO da Liga Sul-Minas-Rio

2Alexandre Kalil não escondeu o otimismo com o referendo da CBF à Liga Sul-Minas-Rio. O diretor executivo do grupo confirmou a realização do campeonato, já denominado Primeira Liga, em 2016.

– É um dia histórico. Vi uma boa vontade muito grande da CBF. A competição é forte por si só, com mais da metade dos grandes clubes do Brasil. Não é uma liga regional. A união dos clubes foi espetacular. Sem ela a Liga não sairia – disse Kalil, que negocia com emissoras de tv a transmissão da competição:

– Estamos apertados para fazer tudo isso. Estamos em outubro, e a competição vai começar no fim de fevereiro. Temos até janeiro para fechar tudo. O Marco Polo achou que foi um progresso, e estamos no caminho certo. Agora, temos que vender essa competição. Estou vendendo desde que ela foi criada – disse Kalil, revelando ter sido procurado por quatro emissoras de TV interessadas na transmissão da competição. As conversas, segundo o próprio, começam já nesta sexta.

A Liga Sul-Minas-Rio conta com 15 clubes: América-MG, Avaí, Atlético-MG, Atlético-PR, Chapecoense, Coritiba, Criciúma, Cruzeiro, Figueirense, Fluminense, Flamengo, Internacional, Joinville, Grêmio e Paraná. A princípio, a primeira edição contaria apenas com 10 participantes – Paraná e América-MG, que se filiaram por último, se juntariam a Chapecoense, Criciúma e Joinville no grupo que ficaria fora em 2016.


Sem comentários