Edmundo engrossa “chororô vascaíno” por troca de lado das torcidas

Edmundo engrossa “chororô vascaíno” por troca de lado das torcidas

Edmundo teve passagem sem brilho pelo Fluminense em 2004

Enquanto jogador, Edmundo teve uma passagem sem brilho pelo Fluminense em 2004. E foi no Vasco onde fez seu nome e é ídolo da torcida. Agora, é mais um a engrossar o “chororô cruz-maltino” por conta da troca de lado das torcidas no Maracanã, algo previsto em contrato assinado pelo Tricolor com o consórcio que administra o estádio.

O ex-jogador, que também é comentarista esportivo hoje, deixou de lado seu posto e falou como torcedor do Vasco em seu Facebook, posicionando-se contra a troca de lado e avisando que os vascaínos têm de protestar.

Confira o que escreveu o Animal em sua página na rede social:

“Tenho sido muito questionado sobre a polêmica dos locais destinados às torcidas de Fluminense e Vasco.

O torcedor vascaíno tem razão em reclamar. Afinal, existe um ritual. São anos e anos acostumados ao nosso “canto”, mas minha preocupação vai além da troca de lugares, minha preocupação é o motivo dessa perda!

Apesar de termos um dos estádios particulares mais bonitos do mundo, não podemos ficar sem o Maracanã. O Maraca é o Maraca e o Vasco é Vasco!!!

O Vasco tinha que ter tomado a iniciativa para garantir as melhores condições comerciais possíveis e a manutenção da credibilidade enquanto instituição. Hoje não jogamos clássicos em São Januário e não podemos mandar jogos no Maracanã.

Independente da decisão, precisamos lembrar que o clube vive uma situação delicada em campo e o apoio da torcida é essencial. Como ex-jogador, não gostava de jogar sem contar com o maior patrimônio do clube: Vocês, torcedores. E como torcedor apaixonado, espero uma linda festa no Maracanã!

O Vasco está acima de tudo e precisa de todos nós, unidos.

Sorte ao Vasco!!!”