Eduardo Barros afirma trabalhar olhando o Fluminense e não o Palmeiras (Foto: Marcelo Gonçalves - FFC)

O Fluminense empatou por 2 a 2 com o Santos, segunda-feira, na Vila Belmiro, e viu a distância para o Palmeiras, líder do Campeonato Brasileiro, aumentar. Situação essa minimizada por Eduardo Barros. Substituto do suspenso Fernando Diniz à beira do gramado, o auxiliar técnico tricolor lembra que a diferença já foi maior e o pensamento é jogo a jogo para a briga pelas primeiras posições da tabela.


— A gente não olha para o Palmeiras, olha para a nossa equipe e para a maior pontuação possível na competição. A distância de sete pontos já foi de dez. Temos um jogo em casa, temos uma combinação que pode permitir pontuar mais. No final do ano, vamos ver em que colocação vamos terminar – afirmou.

Com o resultado, o Fluminense foi a 35 pontos e está em terceiro lugar na competição. O Palmeiras soma 42. Entre os dois, o Corinthians, vice-líder, tem 38.