Eduardo não dá desculpas, mas cita peso dos desfalques

Eduardo não dá desculpas, mas cita peso dos desfalques

Eduardo Baptista admite que Fluminense ficou vulnerável aos contra-ataques (Foto: Nelson Perez - FFC)
Eduardo Baptista admite que Fluminense ficou vulnerável aos contra-ataques (Foto: Nelson Perez – FFC)

Eduardo Baptista reconheceu a atuação ruim na derrota do Fluminense por 3 a 1 para o Santos, neste domingo, na Vila Belmiro. Mesmo sem procurar desculpas, o técnico reconheceu o peso de entrar em campo com muitos desfalques e a necessidade de improvisar nas duas laterais com as entradas de Higor e Victor Oliveira.

– Atrapalhou muito. Perdemos jogadores. Ao Jean tinha dado a minha palavra que só ia improvisar ele dois jogos. Hoje perdemos o Cícero e complicou. Colocamos ele em sua posição. Não é desculpa. Mas levamos dois gols cedo e ficamos vulneráveis aos contra-ataques. Tentamos mexer para jogar pelo meio e ficamos desguarnecidos na lateral. Hoje não foi um jogo bom do Fluminense – contou.


Sem comentários