(Imagem: Mailson Santana/Fluminense FC)

Em boa fase, o lateral-esquerdo Egídio, que fez um dos gols da vitória por 2 a 0 diante do Cerro Porteno. Esse foi o primeiro dele com a camisa tricolor.

Durante entrevista coletiva, o jogador disse que em nenhum momento se sentiu pressionado para estufar as redes com a camisa do Time de Guerreiros.

– O que eu mais tenho na minha carreira realmente são assistências, porém de vez em quando saem uns gols. A gente até brinca que são gols legais, belos chutes. Dessa vez a bola apareceu, foi uma jogada bem trabalhada, eu consegui marcar e homenagear a minha esposa que está grávida. E em casa a gente tinha combinado que quando fizesse gol colocasse a bola na barriga, só que não tinha essa pressão, minha esposa me deixa bem tranquilo. Acho que saiu naturalmente. Outras vezes tive oportunidade, falei: “Acho que está ficando próximo, amor” (risos). Ela disse que o gol ia sair na hora certa, e não tinha hora melhor para ampliar o placar para o segundo jogo – disse.