O NETFLU publicou neste sábado um documento do Fluminense, que pedia o reforço policial na Flufest deste ano. Como o requerimento havia sido feito com apenas três dias de antecedência, não fora aceito pela 9ª DP, que não autorizou a realização do evento. Entretanto, em contato com o site, a assessoria institucional do Flu explicou que este cenário não impede a festa de 116 anos, nas Laranjeiras.

Segundo a comunicação tricolor, a polícia não foi chamada apenas nesta semana. Confirmando a existência e o conhecimento do documento publicado pelo site número 1 da torcida, foi informado que o clube já havia feito um boletim de ocorrência em 4 julho, um dia depois dos protestos que ocorreram enquanto acontecia a reunião do Conselho Deliberativo, na sede do Fluminense. Neste boletim, o Tricolor cita a festa de 116 anos e a possibilidade de novas manifestações.

Apesar disto, o prazo mínimo para o pedido é de 40 dias de antecedência. Quando questionada acerca do tempo, a assessoria explicou que não é necessária autorização quando não há mais de mil pessoas simultaneamente no ambiente, embora a expectativa seja de três mil tricolores, ao longo de todo o dia, nas Laranjeiras.

Por fim, o clube possui mais de 40 seguranças particulares, de prontidão, neste sábado. Até o momento, não houve registro de nenhum tipo de manifestação dentro ou fora do Fluminense.