Dirigente do Fluminense em parte do ano de 2009, ano da arrancada que livrou a equipe do rebaixamento com Cuca e o Time de Guerreiros, Tote Menezes concedeu entrevista ao NETFLU e falou sobre o atual momento conturbado do Flu em relação à política do clube. Ele afirmou estar acompanhando tudo e criticou a antiga gestão de Peter Siemsen.

– Estou acompanhando pelo jornal e converso com o Celso Barros de vez em quando. Estamos olhando a coisa, mas tudo vem de antes, na gestão do Peter. O Abad aprovou as contas e deu no que deu. E, agora, teve esse pessoal que apoiou o Abad (Unido e Forte) que, quando viram aquelas contas, pularam do barco – afirmou ele.

Importante destacar que naquele ano, Tote “jogou a toalha” e já dizia estar planejando a Série B do Fluminense em 2010.