(Foto: Lucas Merçon - FFC)

Em reunião do Conselho na noite desta quinta-feira, o presidente Mário Bittencourt revelou que ele e o Fluminense foram absolvidos em processo movido pelo Ministério Público em decorrência de uma alegação de descumprimento da Lei Eleitoral por propaganda. O caso ocorreu quando Eduardo Paes visitou as instalações do clube.

Há duas semanas, o NETFLU trouxe com exclusividade a informação da denúncia, que foi feita por Marta Rocha, candidata à prefeitura do Rio de Janeiro. No pedido feito pelo MP, havia também uma possível multa que poderia chegar a até R$ 50 mil e que o Flu teria que pagar.

Vale ressaltar que nenhum dos conselheiros presentes na reunião perguntou sobre a questão envolvendo Eduardo Paes. Logo depois, o mandatário tricolor passou a palavra para o vice-presidente jurídico do Tricolor, Heraldo Iunes, para que ele pudesse explanar sobre o caso “Live Sorte”.