Se ficar no Brasil, Daniel Alves tem de definir seu destino até sexta-feira (Foto: Rubens Chiri - SPFC)

A negociação entre Fluminense e Daniel Alves foi encerrada após o jogador recusar a última proposta tricolor. O site GE esmiuçou as ofertas e variáveis, que fariam o lateral-direito receber perto do que gostaria, mas sem garantia.

A diretoria procurou o estafe do jogador no sábado e apresentou um projeto a longo prazo que agradou, até o fim de 2022, salários na casa de R$ 600 mil e bônus por metas. Daniel fez uma contraproposta para ganhar R$ 1 milhão por mês.

O Fluminense então fez nova proposta: R$ 700 mil mensais mais bônus e uma cláusula de saída em caso de oferta da Europa propostos pelo jogador. Se atingisse todas as variáveis, Daniel Alves poderia chegar a receber R$ 1 milhão, mas não seria um valor fixo como ele pretendia. O jogador e seus empresários não aceitaram.