“Esse ano tem sido um ponto fora da curva”, admite Caetano

“Esse ano tem sido um ponto fora da curva”, admite Caetano

rc2Entre outras palavras, o diretor de futebol do Fluminense, Rodrigo Caetano, entende que o time tem as mesmas condições de brigar com todos os clubes pelo título da Copa do Brasil. A desnecessidade de jogar um grande futebol é o que dá esperança, lembrando que a briga pelo título no Brasileiro é improvável.

– A situação desse modelo de mata-mata, em um enfrentamento de duas partidas, por mais que sua equipe não esteja melhor encaixada do que o adversário, qualquer resultado é possível. Então acaba nivelando as coisas. A verdade é uma só: por obrigação, os grandes clubes têm de brigar na parte de cima da tabela. Esse ano é um ponto fora da curva. Trabalhamos muito nesse processo de transição. Campeão é apenas um e nesse ano temos a obrigação de brigar lá em cima.