“Estádio não é lugar para protesto”, diz secretário da Fifa

“Estádio não é lugar para protesto”, diz secretário da Fifa

Secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke criticou os protestos feito dentro dos estádios brasileiros. O dirigente da entidade máxima do futebol acredita que as arenas não deveriam receber manifestações políticas.

Eu sei que não vou ser muito popular, mas a Fifa, como parte do seu estatuto, tem uma redação que diz que o futebol nunca pode ser usado para questões políticas e religiosas. Futebol é esporte. Estádio é um lugar que você vai para assistir a um jogo, torcer pelos jogadores, não para falar sobre política. Não é um fórum, é um estádio. Nós não vamos apoiar esse potencial de protestos. Nunca vamos permitir acontecer um protesto em um estádio. É um lugar que vamos para assistir futebol e não para protestar – afirmou Valcke.