Eurico ameaça Primeira Liga. Fluminense e Flamengo respondem

Eurico ameaça Primeira Liga. Fluminense e Flamengo respondem

Marcelo Penha foi o representante do Fluminense em reunião (Foto: Úrsula Nery - Ferj)
Marcelo Penha foi o representante do Fluminense em reunião (Foto: Úrsula Nery – Ferj)

Como não poderia ser diferente, a reunião do Conselho Arbitral da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj), na última sexta-feira, terminou num embate colocando a dupla Fluminense e Flamengo de um lado e todo o resto de outro. Líder entre os demais, o presidente do Vasco Eurico Miranda falou em tom de ameaça avisando que ambos não poderão participar da Primeira Liga neste ano, sob a possibilidade de sofrer sanções aprovadas no encontro.

– É uma decisão simples: a decisão do conselho arbitral do Rio de Janeiro, comunicado ao senhor Walter Feldman, é que se esse clube (que jogar a Liga) não tem cota de televisão integral e a divisão de base não disputará competição nenhuma por um ano. A decisão é para 2016, mas pode ser conversada em 2017 – disse.

Representante do Fluminense no Conselho Arbritral, Marcelo Penha, assessor da presidência, rebateu.

– O Fluminense vai defender todos os seus direitos. O torcedor pode ficar tranquilo. A princípio, temos um jogo marcado para o dia 27 (contra o Atlético-PR) – projetou.

Quem representou o Flamengo foi o advogado Michel Assef Filho e adotou uma postura bem semelhante à do dirigente tricolor.

– Cada clube tem o seu ponto de vista e o Flamengo tem de respeitar. Tudo vai ser averiguado pelo Flamengo, se isso (a punição) é possível ou não. A penalidade tem que ser analisada – explicou.


Sem comentários