(Foto: Mailson Santana/FFC)

A derrota para o Atlético-PR, no último domingo, pela 25ª rodada do Brasileirão, ficou no passado para o Fluminense, que virou a chave e mudou o foco para a Sul-Americana. Na próxima quinta-feira, o Tricolor encara o Deportivo Cuenca (EQU), às 19h30, em Quito, no jogo de ida das oitavas de final. Em entrevista coletiva nesta segunda-feira, o atacante Everaldo mostrou preocupação com a altitude.

– Estou tentando preparar o psicológico para jogar na altitude. Nunca joguei na altitude, dizem que é complicado. Estou me preparando psicologicamente para depois focar e conquistar um bom resultado no primeiro jogo – disse o atacante do Fluminense, que decidirá a classificatória no Maracanã, no dia 4 de outubro.

O estádio Alejandro Serrano Aguilar, do Deportivo Cuenca, não tem a capacidade mínima de 21 mil lugares exigida pela Conmebol para os jogos a partir das oitavas de final. Desta maneira, a partida será realizada no Rodrigo Paz Delgado, em Quito, que fica sob 2,850 metros acima do nível do mar (cerca de 290 metros mais alto que a cidade de Cuenca).