(Imagem: Divulgação/River Plate Asunción)

Apesar da grande vitória do Fluminense por 2 a 0 em cima do Cerro Porteño (PAR), o assunto arbitragem ainda tem gerado bastante polêmica.

No lance em questão, o assistente Julio Fernández levantou a bandeira antes do término da jogada e fez com que o árbitro Facundo Tello anulasse o gol de Boselli. O VAR, comandado pelo chileno Cesar Deischler e pelo auxiliar Eduardo Gamboa, falharam ao utilizar Luccas Claro para traçar a marcação com o camisa 9 do Cerro, mas esqueceram de Samuel Xavier, que estava mais recuado, o que pode ter ocasionado o erro.

Ex-atacante do Botafogo, o paraguaio Pablo Zeballos, se manifestou sobre a polêmica e falou ao programa Cardinal Deportivo da rádio “ABC Color” do Paraguai.

– O que aconteceu me pareceu uma vergonha a nível mundial – declarou o jogador.

Zeballos, que atualmente joga no River Plate (PAR), afirma que falta capacidade para muitos árbitros que utilizam o VAR.

– Creio que há pessoas que não são treinadas no uso do VAR e nas formas de cobrança – completou.