(Foto: Bruno Haddad/FFC)

Jogador que pendurou as chuteiras pelo Fluminense, Ronaldinho terá de desembolsar R$ 6 milhões para ter seu passaporte de volta. Ele e o irmão Assis entraram em acordo com o Ministério Público do Rio Grande do Sul para pagarem multa por dano ambiental em virtude da construção ilegal de um trapiche (píer para para atracar embarcações náuticas), com uma plataforma de pesca e atracadouro na orla do Lago Guaíba, área de preservação ambiental, sem autorização. O ex-tricolor gastou R$ 8,5 milhões na construção.

Caso eles não paguem os R$ 6 milhões até o dia 1º de outubro, o valor subirá para R$ 8,5 milhões, com juros de até 12% ao ano.

Em virtude do processo, ambos estavam impedidos de deixar o Brasil.