Após dez anos defendendo o Grêmio, o goleiro Danrlei chegou ao Fluminense em 2004 e encheu a torcida tricolor de esperanças sendo um dos grandes nomes do plantel da época. No entanto, o goleiro teve uma rápida passagem pelas Laranjeiras e defendeu a meta em apenas três partidas, transferindo-se para o Atlético-MG depois do Carioca. Em entrevista ao portal Esporte 24 Horas, o ex-arqueiro explicou a saída.

– O Atlético-MG pagou a minha multa rescisória. Além disso, o salário foi praticamente dobrado. Conversei com o presidente e ele disse que não tinha condições de igualar. Além de que todos os outros valores já estavam comprometidos com os outros atletas. O Atlético-MG pagou, me valorizou e decidir ir – disse o ex-goleiro, que completou ressaltando que nunca teve problemas com salários atrasados no Fluminense.

– Minha saída se deu justamente pela questão salarial. O Fluminense não tinha capacidade para aumentar o que já recebia e decidi sair. Na oportunidade, a Unimed pagava os salários dos jogadores de maior renome e o resto do grupo ficava a cargo da diretoria. Por isso, o presidente não aumentou meu salário e fui para o Atlético-MG. O salário era pago em dia, não sofri com esse problema – contou.