Ex-tricolor conta como fez Elton John chorar na Inglaterra

Ex-tricolor conta como fez Elton John chorar na Inglaterra

André Moritz em ação pelo Crystal Palace (Foto: Getty Images)
André Moritz em ação pelo Crystal Palace (Foto: Getty Images)

Jogador com passagem pelo Fluminense entre 2006 e 2007, André Moritz já rodou o mundo depois de deixar as Laranjeiras. Com isso, tem muitas histórias para contar. Hoje, aos 29 anos, defende o Buriran United, da Tailândia, mas viveu situação para lá de emocionante na Inglaterra. Por lá, venceu o “jogo mais caro do mundo”. Na decisão da Championship, a segunda divisão inglesa, bateu o Watford, clube do coração do famoso cantor Elton John e o fez chorar, quando defendia o Crystal Palace na temporada 2012/2013.

Esse jogo é conhecido como o mais caro do mundo porque, além de valer a vaga na Premier League, a primeira divisão do país, vale diretamente 120 milhões de libras (R$ 704 milhões) ao classificado, principalmente pelos direitos de transmissão. A partida é disputada em Wembley, estádio mais famoso da Inglaterra.

– Foi um ano inesquecível! Jogamos em Wembley para 85 mil pessoas, era uma gritaria enorme, não dava nem para ouvir o que o companheiro ao lado falava. O Elton John (torcedor fanático e ex-diretor do Watford) estava assistindo o jogo e fizemos o coitado chorar de tristeza (risos) – recorda, emendando:

– Nós éramos os azarões para a imprensa, mas nosso grupo era muito bom. Perdemos muitas chances e o jogo foi para a prorrogação, daí tivemos um pênalti e fizemos o gol. A gente se fechou os 11 atrás e metemos bola pra o mato, aquela retranca (risos). Sofremos até o fim, mas deu tudo certo. A festa foi gigantesca, por ser um confronto de dois times de Londres (Watford fica na grande Londres) foi ainda mais especial, porque a cidade parou para ver.

Moritz, no entanto, acabou não jogando a Premier League no ano seguinte. O apoiador acabou acertando com o Bolton, também da segundona, a convite do técnico Ian Holloway .

– Foram escolhas e não me arrependo de nada, mas claro que gostaria ter jogado a Premier League. Poderia ter ficado no Crystal Palace, mas, como mudou o técnico, de repente eu poderia ficar encostado no banco – contou.

André Moritz é tricolor de coração e ainda lembra com carinho de sua passagem pelo Fluminense. No clube, fez o gol que garantiu a permanência na Série A em 2006 contra o Santa Cruz e participou do grupo campeão da Copa do Brasil no ano seguinte.


Sem comentários