Foto: Nelson Perez/FFC

Zagueiro com passagem pelo Fluminense, Artur Vieira, de 31 anos, concedeu uma entrevista ao portal Sportbuzz e comentou sobre seu período no clube verde, branco e grená entre 2015 e 2017, quando praticamente não atuou. Segundo o jogador, que atualmente está sem clube, fatores extracampo envolvendo o “sistema” acabaram pesando. Vale lembrar que ele foi um dos dispensados por “WhatsApp” da gestão de Pedro Abad.

– Muitas questões fora de campo, né? Em algumas questões fora de campo, com algumas pessoas. Fiz minha parte, trabalhei e honrei com meus compromissos, mas o futebol envolve muitas coisas. Às vezes não tem como ir contra o sistema, tem que aceitar e tem que entender para a gente ter razão. Foi mais por conta dos bastidores – disse Artur, complementando em seguida:

– Queria ter tido mais oportunidades no Fluminense, queria ter uma sequência maior de tempo lá. É um clube que eu me identificava e que poderia ter ajudado mais, mas o carinho continua o mesmo, uma questão de futebol, às vezes teremos mais oportunidade em um lugar e em outros não. É um clube que, de todos que eu passei, foi o que ficou aquele gostinho de quero mais – concluiu ele.