Exclusivo: Tenório confirma sondagem, mas sem proposta por Elias

Exclusivo: Tenório confirma sondagem, mas sem proposta por Elias

ricardoHá quem não acredite em coincidências no futebol. O fato de dirigentes do Fluminense terem esbarrado, por acaso, com o volante Elias, num restaurante em Portugal, por exemplo, foi um prato cheio para a grande mídia. Na ocasião, porém, de acordo com a própria diretoria tricolor, tudo não passou de uma sincronicidade imprevista. Mas, “a ocasião faz o ladrão”. Aproveitando a oportunidade, o vice-presidente de futebol do Fluminense, Ricardo Tenório, sondou, sim, o atleta. Elias, por sua vez, teria informado que, no Rio, só vestiria a camisa Rubro-Negra.

Tempos depois, o jornalista e blogueiro do NETFLU, João Garcez, divulgou, em primeira mão, baseado numa fonte, que o jogador teria recebido uma proposta de 5 milhões de euros, feita pelo Time de Guerreiros. Elias teria ficado empolgado, porém o Sporting-POR, detentor de seus direitos, só aceitaria liberá-lo por 8 milhões de euros. Neste contexto, o vice de futebol veio a público e declarou, exclusivamente ao portal número 1 da torcida tricolor, que nunca houve nada, além de uma sondagem, ao volante. Tenório, inclusive, destacou que jamais comentou acerca de valores.

– O Elias é um grande jogador. Mas lembro que não existe nenhuma negociação em curso para contratação do atleta, e que não foi, em nenhum momento, apresentada uma proposta. Único contato que tive com o jogador, foi quando coincidentemente encontrei com ele em um restaurante em Lisboa no mês passado – frisou.

Na última temporada, o jogador foi um dos destaque do Flamengo, ajudando a equipe da Gávea a conquistar o título da Copa do Brasil. Entretanto, sem aporte financeiro suficiente, o maior rival do Flu não conseguiu manter o atleta na equipe, tendo que devolvê-lo para o Sporting. Na mesma posição, em teoria, o Fluminense conta com Jean, Rafinha e Diguinho. O primeiro não tem uma sequência de boas atuações desde o meio de 2013. O segundo, bastante utilizado por Dorival e Vanderlei Luxemburgo, perdeu espaço com o técnico Renato Gaúcho. Já o terceiro, que nunca foi unanimidade entre os torcedores, tem tido bom desempenho neste início de ano, mas possui poucas características ofensivas.


Sem comentários