(Foto: Lucas Merçon - FFC)

Marcão entrou novamente em uma “fria” no Fluminense em 2020. Depois de 2019, quando substituiu Oswaldo de Oliveira e teve a dura missão de livrar o Tricolor do rebaixamento no Brasileirão, atingida com sucesso ao final do torneio, dessa vez o objetivo era outro.

Com a saída de Odair Hellmann, a missão de Marcão era manter a boa campanha do Time de Guerreiros, que figurava na parte de cima da tabela, e buscar a vaga na Libertadores, o que veio nesta rodada. Em entrevista, o treinador comentou sobre como se sente técnico do Flu

– A gente se sente muito preparado. O momento que o Marcão achar que vai ter que sair ou o presidente falar “Marcão, seu espaço não é mais esse aqui, vai procurar uma outra coisa”, não vai ter problema nenhum. O Marcão vai para o mercado, vai tentar o emprego dele, mas hoje o Marcão está feliz, extremamente honrado de sentar nessa cadeira, extremamente feliz junto à torcida de garantir essa Pré-Libertadores – disse.