Família de Danielzinho é toda tricolor

Família de Danielzinho é toda tricolor

O Fluminense poderá se desfazer uma promessa nos próximos dias, com a troca envolvendo Wellington Nem, mas não perderá um torcedor. Danielzinho e toda sua família são tricolores: o pai Edílson, a mãe Valnísia, o irmaõ Felipe e até a cadelinha Kika. Entre os álbuns de fotos, várias imagens do hoje jogador com seus ídolos da infância, como Marcão, Magno Alves, Thiago Silva, Thiago Neves e Conca.

Fora de campo sofreu com a perda de dois tios, Eli e Silvio, que foram muito importantes em sua caminhada no futebol. Tudo às vésperas de receber a notícia de que seria integrado aos profissionais. No enterro de Silvio, a camisa usada por Danielzinho no título brasileiro sub-20 foi colocada em cima do caixão como forma de homenagem. Torcedor do Flamengo, o irmão da mãe já havia feito a promessa: iria virar Fluminense no dia do primeiro jogo do sobrinho como profissional.

 

Com o argentino Darío Conca, na primeira passagem do meia pelo Fluminense entre 2008 e 2011 Arquivo Pessoal
Com o argentino Darío Conca, na primeira passagem do meia pelo Fluminense entre 2008 e 2011
Com o também apoiador Thiago Neves, na mesma época
Com o também apoiador Thiago Neves, na mesma época
Com o irmão Felipe e o hoje auxiliar técnico permanente do Flu, Marcão, em 2002
Com o irmão Felipe e o hoje auxiliar técnico permanente do Flu, Marcão, em 2002
Com o hoje companheiro de elenco Magno Alves, também em 2002, no jogo do centenário do Flu
Com o hoje companheiro de elenco Magno Alves, também em 2002, no jogo do centenário do Flu
Danielzinho com o técnico Beto Araújo, que o aprovou e o fez voltar às Laranjeiras anos depois
Danielzinho com o técnico Beto Araújo, que o aprovou e o fez voltar às Laranjeiras anos depois
Com o técnico Serginho, outro que foi importante em sua caminhada até o profissional
Com o técnico Serginho, outro que foi importante em sua caminhada até o profissional
Com a tia Eni, outra que foi muito importante durante a trajetória de Danielzinho
Com a tia Eni, outra que foi muito importante durante a trajetória de Danielzinho
Com o tio Silvio, flamenguista, que faleceu no fim de 2015, pouco antes do sobrinho virar profissional
Com o tio Silvio, flamenguista, que faleceu no fim de 2015, pouco antes do sobrinho virar profissional

 


Sem comentários