(Foto: Lucas Merçon - FFC)

Se hoje é titular e vive bom momento no Fluminense, a ponto de ter seu contrato renovado até o fim de 2024, André viveu recentemente uma fase complicada. Como demorou a ganhar oportunidades no time principal, esteve para ser emprestado para jogar a Série B ou no Botafogo ou CRB, situação essa que o próprio admite tê-lo aturdido.

Enquanto não recebia oportunidades, André afirma ter trabalhado muito à espera do aproveitamento, sendo no Tricolor ou em outro clube.

— No futebol acontece isso, nem todo mundo tem a oportunidade de cara. Nos primeiros dias fiquei um pouco abalado, mas depois trabalha e espera a oportunidade chegar. Se tivesse saído, poderia não estar nesse momento bom, mas também poderia sair e voltar melhor. Não tem jeito. É trabalhar e esperar o momento chegar – disse.