Rival foi ao STJD após não ter solicitação atendida pela CBF

A Copa América terá início no próximo domingo e irá até o dia 10 de julho. Em princípio, o Campeonato Brasileiro não será interrompido. Isso porque o rival Flamengo tenta no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), a paralisação da principal competição nacional enquanto ocorrer a internacional.

Rodrigo Dunshee de Abranches, vice-presidente jurídico do clube da Gávea, reclamou do desequilíbrio ao Brasileiro com a não interrupção. Isso, claro, porque o Fla perderá alguns jogadores convocados para as seleções de seus respectivos países.

— A CBF precisa promover o equilíbrio das competições. A base da competição é a isonomia entre os concorrentes e isso está no artigo primeiro do regulamento. Somos a favor da seleção, mas com paralisação do campeonato. O mundo civilizado funciona assim. Não podemos prosseguir sacrificando as competições nacionais e os clubes para fazer frente às seleções. Não dá para retroceder. Por conta desse desequilíbrio, o Flamengo se socorreu ao STJD, para que, como em 2019, seja paralisado o Campeonato durante a Copa América – escreveu o dirigente em seu Twitter.

Antes de ir ao STJD, o Flamengo solicitou a interrupção do Brasileiro à CBF, que não acatou tal pedido. O rival teve Everton Ribeiro e Gabriel Barbosa convocados por Tite para a seleção. Há ainda a expectativa que o meia Arrascaeta seja chamado para a uruguaia, assim como volante Piris da Mota e o lateral-direito Isla por Paraguai e Chile, respectivamente.

Com quatro pontos em dois jogos, o Fluminense está em sexto lugar no Brasileiro. Fortaleza, Athletico e Atlético-GO têm seis e lideram. O time cearense, pelo saldo de gols, é o primeiro colocado de momento.