Flu entra com representação contra árbitro que expulsou Luxa

Flu entra com representação contra árbitro que expulsou Luxa

Flu reclama de abuso de poder e acusa árbitro de não relatar ocorridos e deturpar os fatos
Flu reclama de abuso de poder e acusa árbitro de não relatar ocorridos e deturpar os fatos

O departamento jurídico do Fluminense entrou com uma representação no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) contra o árbitro Wilton Pereira Sampaio, que expulsou Vanderlei Luxemburgo no intervalo da partida contra a Portuguesa. O técnico revela ainda que foi impedido pelo delegado do jogo de registrar a sua defesa na súmula.

– O delegado do jogo não deixou eu registrar minha defesa logo após o jogo. Fiz também o pedido para antecipar minha defesa porque não é verdade. O que ele argumentou  para minha expulsão não é verdade. O nosso jurídico entrou com um recurso no STJD interpelando o árbitro e dizendo que o que está na súmula não aconteceu. Há anos existe discussão sobre arbitragem, mas ninguém faz nada. Eles são donos absolutos e esquecem que a adrenalina está a mil ali. Estão mais preocupados com as vaias da torcida, com a pressão dos jogadores…- declarou.

O Fluminense espera que Wilton Pereira Sampaio seja julgado nos seguintes artigos do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD): 266 – deixar de relatar ocorrências e deturpar fato – e 273 – abuso de poder. Segundo a Rádio Globo, a punição pode ser de 30 a 360 dias.


Sem comentários