(Foto: Lucas Merçon - FFC)

Depois de colocar os salários em dia no mês passado, o Fluminense está há cerca de duas semanas em débito relativo a abril com os seus funcionários e atletas, o que para muitos é visto como uma vitória, devido ao passado recente da instituição. A diretoria espera resolver a pendência até o início de junho.

O NETFLU apurou que o clube busca novas acordos judiciais para oxigenar o fluxo de caixa, bem como a premiação na Libertadores, caso passe à fase de mata-mata da competição. O Tricolor também observa movimentações do mercado e mecanismos de solidariedade que podem render alguns milhões, como no caso de Gerson, que pode ser vendido pelo Flamengo.

Vale lembrar que, apesar dos salários terem sido colocados em dia no mês passado, o Fluminense segue com problemas no recolhimento do FGTS, pagamento de férias, premiações e direito de imagens.