(Foto: Vitor Silva - BFR)

Antes próxima, a contratação do atacante Matheus Babi pelo Fluminense pode não acontecer. Informa o site Uol Esportes que, diante da repercussão negativa da torcida do Botafogo, o clube alvinegro recuou no negócio e emperra o acerto entre as partes. O Fluminense já tem um acordo com o Serra Macaense e com o próprio jogador de 23 anos, mas precisa da liberação do Botafogo, clube em que Babi atua por empréstimo.

Babi deseja jogar no Flu para disputar a Libertadores e permanecer no Rio de Janeiro, onde já está ambientado. O Serra Macaense aceitou a proposta de 1 milhão de euros (R$ 6,7 milhões na cotação de hoje) do Flu por 25% dos seus direitos econômicos. Mas o Botafogo tem 40% de taxa de vitrine do jogador e o Tricolor precisa entrar em acordo com o rival. A possibilidade de ceder jogadores por empréstimo ao Bota para abater a quantia foi colocada na mesa.

No entanto, o alvinegro carioca voltou atrás após nomes como Yuri e Frazan, que foram colocados à disposição pelo Fluminense, terem sido alvos de campanha contra pelos torcedores do Botafogo nas redes sociais. A princípio, ainda de acordo com o site Uol Esportes, não há interesse do Fluminense em realizar o pagamento integral da taxa ao Botafogo, o que mantém o Athletico-PR, que também fez proposta pelo atleta, ainda vivo no negócio.