(Foto: Mailson Santana/FFC)

O Fluminense já utilizou diversos jogadores formados em sua base durante a temporada de 2020 e a tendência é que venham mais por aí. Depois de John Kennedy, que já teve oportunidade, foi titular e fez gol, Samuel foi integrado para suprir a ausência de Felippe Cardoso, afastado com Covid-19. Informa o jornal Lance que a tendência é em 2021 o Tricolor dar ainda mais chances às crias de Xerém, já observadas internamente.

Recentemente, outros jogadores que participaram do Campeonato Brasileiro de Aspirantes com a equipe sub-23 também foram incorporados ao elenco até o final da disputa do Brasileirão. Além da dupla de atacantes, foram o lateral-direito Daniel Lima, o zagueiro Luan Freitas, o lateral-esquerdo Raí e o volante Nascimento.

Como a distância entre o fim do Brasileiro e o início do Campeonato Carioca será pequena, o time sub-23 ficará responsável no mínimo pelas três primeiras rodadas.

Diante da possibilidade de alguns jogadores deixarem o clube após o término da competição nacional, como Caio Paulista, Felippe Cardoso e Hudson, por exemplo, cujos contratos irão até fevereiro, outras pratas da casa poderão surgir. Nomes de destaque do sub-17 como Kayky, Metinho e Matheus Martins estão no radar.