Araujo é visto como exemplo que deu certo no Fluminense vindo de países vizinhos (Foto: Lucas Merçon - FFC)

O Fluminense já tem sua vaga garantida na próxima edição da Copa Libertadores. Agora, disputa para se classificar diretamente à fase de grupos. Enquanto isso, a diretoria observa o mercado na América do Sul em busca de reforços. Meias e atacantes são o alvo, diz o portal Uol.

Além disso, o mercado nacional também é mapeado e contratações pontuais devem ser feitas. O lateral-direito Samuel Xavier já deixou o Ceará e tende a chegar em breve ao Tricolor das Laranjeiras.

Muitos nomes têm sido oferecidos aos analistas do clube nos últimos meses. Chefe do scout, Ricardo Correia, já discutiu alguns deles com o presidente, Mário Bittencourt, e o diretor Paulo Angioni. Algumas conversas também são feitas com Roger Machado, técnico que assumirá o time após o término do Brasileirão.

Internamente, o meia uruguaio Michel Araujo e o atacante peruano Fernando Pacheco são vistos como exemplos que deram certo no Fluminense ao buscar reforços em países vizinhos.

Destes, Araujo teve uma primeira temporada melhor. Foi titular durante boa parte da campanha do Brasileirão. Já Pacheco sofreu um pouco com a adaptação e algumas lesões.