O Tricolor da Laranjeiras segue sem vencer no Campeonato Carioca. Desta vez, apenas com uns lampejos de Ganso e pontaria ruim, a equipe comandada por Ailton perdeu por 3 a 0 para a Portuguesa, no Maracanã.

Baseado, sobretudo, nas chegadas de Gabriel Teixeira e Paulo Henrique Ganso, o Fluminense iniciou o confronto repleto de jovens, a exemplo do que ocorreu contra o Resende. Demonstrando muita categoria, a Ganso conduzia o time, que errava no terço final. A Portuguesa, por sua vez, chegava com perigo a todo instante.

Como quem não faz, leva, veio o castigo, após o Tricolor desperdiçar boas oportunidades. Hugo Cabral avançou em velocidade para a esquerda e cruzou rasteiro para a área. Chay passou da bola, mas Romarinho não. O atacante tirou do goleiro Pedro Rangel e abriu o placar no Maracanã.

O Time de Guerreiros seguiu a cartilha da perda de bons lances. Samuel perdeu um gol inacreditável debaixo da trave; John Kennedy, com muito preciosismo, também deixou de fazer gol feito. No final da etapa inicial, quase um gol de placa. Ganso recebeu na área, tirou um defensor com uma puxada, deu um lençol no segundo e bateu para o gol. O arqueiro adversário fez uma defesa de cinema.

Na etapa complementar, o Fluminense continuou estéril. O ritmo de Ganso caiu, Ailton fez as cinco mudanças necessárias, mas em nenhum momento conseguiu imprensar o adversário. A Lusa, porém, seguiu machucando o Tricolor e fez mais dois gols: logo no início, Emerson Carioca ganhou pelo alto de Rafael Ribeiro e bateu o goleiro Pedro Rangel, que ficou no meio do caminho. O terceiro e último gol veio de outra bobeira.

Ganso recebeu passe na fogueira de Rafael Ribeiro, tentou proteger com o corpo, mas foi desarmado por Diego Guerra. O zagueiro serviu Romarinho, que rolou para Chay. O atacante bateu rasteiro no canto, sem chances para Pedro Rangel.

Agora, o Fluminense tem até o próximo domingo para trabalhar, quando vai encarar o Flamengo e tentar a reabilitação na competição.