Marcos Paulo foi emprestado ao Famalicão, de Portugal (Foto: Reprodução)

O Fluminense recebeu 480 mil euros (R$ 2.998.512,00 na cotação atual) do Atlético de Madrid. Tal valor é referente pelo mecanismo da Fifa de “training compensation” (compensação por treinamento) referente ao período que Marcos Paulo seguiu trabalhando no clube brasileiro antes do término do contrato até se apresentar aos espanhóis.

O atacante, em princípio, não será utilizado na agremiação espanhola. Foi empretado por uma temporada ao Famalicão, de Portugal.

A compensação em questão não tem um valor fixo. Acontece, inclusive, através de um cálculo complexo, feito com base no clube que está contratando o jogador e equivale aos custos que ele teria que investir, tanto em educação quanto em treinamento, se tivesse formado o atleta em suas próprias categorias de base. Assim, usa-se como referência a quantia que outros times do mesmo patamar financeiro do país investem anualmente em média na formação de um jogador que chega ao elenco profissional.