Flu sai na frente, mas joga mal e perde de virada para...

Flu sai na frente, mas joga mal e perde de virada para o Fla

Felipe não conseguiu criar as jogadas (Foto: Photocamera)
Felipe não conseguiu criar as jogadas (Foto: Photocamera)

O Fluminense saiu na frente, mas não jogou nada e foi, justamente derrotado pelo Flamengo por 3 a 2 de virada, neste domingo, no Maracanã. Rafael Sobis marcou para o Tricolor. Hernane (duas vezes) e Elias fizeram os do rival. Agora, estacionado com 14 pontos, o atual campeão brasileiro já começa a ver de perto novamente a zona de rebaixamento.

Tentando dar uma cara nova à equipe, Vanderlei Luxemburgo mandou o Fluminense a campo com Eduardo no lugar do até então titular Wágner e liberando Felipe para jogar mais à frente e armar as jogadas. Porém, mais uma vez (assim como contra o Vitória na rodada passada), o time entrou em campo com a morosidade de dar inveja a um velho de 80 anos e viu o rival dominar as ações no início. André Santos, em chute para fora, e Leonardo Moura, obrigando Cavalieri a fazer grande defesa, foram os primeiros a ameaçar.

Quase que por acaso, após jogada de linha de fundo de Eduardo, o Tricolor saiu na frente com Rafael Sobis aproveitando corte errado de Wallace. O gol deu a vã impressão de que o atual campeão brasileiro poderia deslanchar na partida. Mas foi só impressão.

Sem conseguir manter a posse de bola, com uma criação deficiente e a zaga dando espaços, o Fluminense foi capaz manter a vantagem por muito pouco tempo. Em contra-ataque, o Flamengo encontrou a defesa tricolor praticamente na linha do meio de campo e Elias pode avançar livre para deixar tudo igual. Para piorar, Leonardo Moura ainda conseguiu encaixar um drible em Eduardo e cruzar para Hernane colocar o rival na frente.

Quando ficou atrás no placar, por incrível que pareça, a produção do Fluminense melhorou. Mais na base da vontade do que da técnica, a equipe ensaiou um abafa e a partida ficou eletrizante, com os dois times se alternando em boas jogadas ofensivas até o final do primeiro tempo.

Na volta para a segunda etapa, parecia que quem perdia era o Flamengo. O rival novamente se lançou à frente e, mesmo com vários jogadores de qualidade questionável, ameaçava. Hernane e Gabriel fizeram Cavalieri trabalhar bem. Pelas laterais, Leonardo Moura e João Paulo tinham muitos espaços.

Luxemburgo tentou, mexeu, lançou Wágner e Kenedy no lugar dos improdutivos Eduardo e Felipe, respectivamente. A resposta, no entanto, não vinha em campo. Fred era figura apagadíssima na frente. As poucas bolas que chegavam ele não conseguia dar sequência e acertar passes simples para tabelar com os companheiros.

Desta maneira, o fim do jogo estava escrito: não havia como a situação mudar a não ser que fosse para pior. E piorou. Depois de uma jogada esquisita, Fred estava lá atrás para ajudar a defesa e, na verdade, atrapalhou. O camisa 9 cortou mal a bola e Hernane empurrou para dentro. No fim, quando não havia tempo para mais nada, Sobis ainda marcou mais uma vez, contando com falha do fraquíssimo goleiro Felipe.

E o Fluminense conseguiu o que parecia impossível. Depois de sair vencendo, acabou sendo derrotado por um time medíocre do Flamengo. Lamentável!

Agora não resta nada além de esperar uma recuperação na próxima quarta-feira, novamente no Maracanã, diante do Corinthians.