Flu se impõe em casa, goleia o Horizonte e avança na Copa...

Flu se impõe em casa, goleia o Horizonte e avança na Copa do Brasil

Fluminense não encontrou dificuldades para bater o Horizonte no Maracanã (Foto: Photocamera)
Fluminense não encontrou dificuldades para bater o Horizonte no Maracanã (Foto: Photocamera)

Não poderia ser melhor a estreia de Cristóvão Borges no comando do Fluminense. Diante de um adversário frágil, a equipe soube se impor no Maracanã e garantir a classificação para a segunda fase da Copa do Brasil com uma vitória por 5 a 0 diante do Horizonte, na noite desta quinta-feira. Conca, Gum, Rafael Sobis,Wágner e Fred fizeram os gols. Na próxima etapa, o adversário será o Tupi-MG.

Desde o começo da partida, o Tricolor encontrou muitos espaços para trabalhar as jogadas. Perdidos, os jogadores do time cearense pareciam não conseguir se virar em um campo de grandes dimensões. Com Wágner e Conca no meio de campo, o Fluminense conseguia articular bons lances.

As oportunidades não demoraram a aparecer e Conca, aproveitando cruzamento de Wágner, dominou e, livre, tocou para o fundo do gol. Com a vantagem de 1 a 0 e a bola no chão as chances para marcar o segundo apareciam aos montes. Só Rafael Sobis perdeu três bons lances (num chutou para fora e em outros dois errou o último passe). Carlinhos, de fora da área, também levou perigo em dois arremates.

O segundo gol era questão de tempo e tudo ficou ainda melhor quando Rafael Tchuca, que já tinha cartão amarelo, fez falta dura em Wágner e recebeu o segundo, sendo consequentemente expulso. Na cobrança, Sobis achou Gum livre na área e o zagueiro escorou para a rede. Nos descontos ainda deu tempo de Carlinhos fazer brilhante jogada pela esquerda e cruzar para Rafael Sobis, de peixinho, reencontrar o caminho do gol. Em 45 minutos o Fluminense praticamente botou as mãos na vaga.

Veio o segundo tempo e o panorama da partida não se alterou. O Horizonte oferecia pouca resistência e perigo e o Fluminense foi trabalhando com a bola nos pés até aparecerem as chances. E foi assim que Wágner fez o quarto gol tricolor ao receber de Conca na entrada da área, trazer para a perna esquerda e bater forte no canto em uma bela finalização.

Com o jogo fácil, Elivélton tentou complicar. Primeiro, levou cartão amarelo bobo por falta no campo de ataque. Depois, parou Dico na entrada da área com uma entrada dura e ganhou o vermelho direto. Mas nada disso faria se alterar o andamento do jogo. O adversário era fraco demais para reagir e a vaga era certamente tricolor. No fim, ainda deu tempo de Fred deixar o dele e fechar a goleada. Começou bem a passagem de Cristóvão nas Laranjeiras.


Sem comentários