Maracanã terá em breve um novo edital de concessão (Foto: Twitter oficial do maracanã)

A pandemia de coronavirus tem feito muitos clubes “sangrarem”. Com o Fluminense não seria diferente. O clube tem sofrido, como todos os outros, com a falta de público nas arquibancadas – situação que deve começar a mudar em outubro.

Até o momento, de acordo com os borderôs divulgados, segundo o Lancenet, o Fluminense soma R$ 4.277.740,27 de prejuízo em jogos em casa. As únicas partidas que não foram contabilizadas são das oitavas e quartas de final da Libertadores, contra Cerro Porteño e Barcelona de Guayaquil, pois não estavam disponíveis.

Na divisão entre as competições são R$ 1.443.454,83 no Carioca, R$ 638.193,05 na Copa do Brasil, R$ 1.705.889,18 até o momento no Brasileirão e R$ 490.203,21 na fase de grupos da competição continental.

Na coletiva da última sexta-feira, o presidente Mário Bittencourt se mostrou favorável, com a popularização das vacinas, ao retorno gradual do público aos estádios.