CT terá de passar por medidas de sanitização contra Covid-19 (Foto: Divulgação - FFC)

Com a realização da Copa América confirmada no Brasil, alguns locais foram escolhidos para as seleções participantes realizarem seus treinamentos. Um deles foi o CT Carlos Castilho, do Fluminense. E o clube já preparou a logística para dividir o espaço sem precisar se deslocar, como aconteceu, por exemplo, com o Botafogo.

No caso do Alvinegro, o clube cedeu o Engenhão e a equipe treinará no CT do Sindicato dos Atletas de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Saferj), em Guaratiba, na Zona Oeste do Rio, com as despesas pagas pela Conmebol.

Já o Fluminense, por possuir três campos e dois vestiários distantes uns dos outros, será possível dividir o espaço com as seleções que utilizem as instalações do CT. Haveria até condições da realização de atividades no mesmo turno do clube e dos participantes da Copa América, mas em virtude da pandemia do novo coronavírus e com a intenção de evitar aglomerações, os trabalhos acontecerão em contraturnos.

De acordo com o site ge, o clube irá disponibilizar o campo um, que fica logo na entrada, e utilizar o dois.

Inaugurado no fim de 2020, o campo três passou recentemente por processo de replantio da grama de inverno. Em breve, poderá ser aproveitado também. O vestiário recém construído atrás do campo três, para ser do time sub-23, deverá ser usado pelos profissionais em caso de necessidade. Se este cenário se confirmar, os aspirantes trabalharão em Laranjeiras.

Em 2019, o Fluminense já recebeu as seleções que disputaram a Copa América daquele ano e até realizou ações de marketing, como camisas personalizadas para jogadores visitantes. Agora, terá de cumprir com o distanciamento e seguir todo o protocolo de higienização contra a Covid-19 das instalações do Carlos Castilho.