Fluminense deve ter o jeito Drubscky de jogar a partir deste domingo

Fluminense deve ter o jeito Drubscky de jogar a partir deste domingo

Foto: Nelson Perez/Fluminense F.C
Foto: Nelson Perez/Fluminense F.C

Foram dois treinos antes da estreia oficial e Ricardo Drubscky conseguiu vencer em seu primeiro jogo como treinador do Fluminense. Na sua segunda partida, contra o Barra Mansa, a expectativa é a de que o time já tenha uma pitada do que deseja seu novo comandante.

Na entrevista coletiva após a goleada sobre a Cabofriense por 3 a 0 na quinta, o técnico admitiu que a equipe vencedora ainda tinha o jeito Cristóvão Borges de jogar e que a busca é para que o Flu tenha mais a sua cara, o que deve ser constatado a partir deste domingo.

No último e único dia de trabalho efetivo que teve para treinar o time, já que o Fluminense jogou na quinta e na sexta houve apenas um trabalho físico, o treinador quebrou a rotina de trabalhos recreativos aos sábados. Usando apenas a metade do gramado, dois times, com oito jogadores cada, tinham quatro balizas disponíveis, sendo duas para cada lado. Para aprimorar o passe, os atletas só podiam dar três toques na bola. O treinador parou o trabalho algumas vezes para passar orientações sobre posicionamento aos setores da equipe e já se pôde notar uma diferença para o trabalho de Cristóvão.

Em um de seus livros publicados, Drubscky afirma que a base para qualquer esquema tático é o 4-4-2,  um indicativo de que o tradicional sistema, com dois volantes, dois meias e dois atacantes pode ser utilizado no Tricolor.


Sem comentários