Fluminense é superior, mas só empata com o Bota no Maracanã

Fluminense é superior, mas só empata com o Bota no Maracanã

Jean deu o passe para o gol de Biro Biro (Foto: Photocamera)
Jean deu o passe para o gol de Biro Biro (Foto: Photocamera)

O Fluminense jogou mais, mas não conseguiu vencer o Botafogo na noite desta quarta-feira no Maracanã. O Tricolor até saiu na frente com gol de Biro Biro e acabou sofrendo o empate com Bolívar. Com o 1 a 1, o atual campeão brasileiro segue em posição intermediária na tabela.

Apostando em uma formação mais ofensiva, Vanderlei Luxemburgo armou o meio de campo com Felipe e Wágner, mas o primeiro ficou mais recuado dando liberdade para Jean avançar. E a estratégia deu certo logo de cara e Jean tabelou com Biro Biro deixando o atacante de frente com Jefferson e abrir o marcador no primeiro lance do jogo.

Mas não foi só a vantagem no placar. O Fluminense era superior ao Botafogo. Pela esquerda, Biro Biro com sua velocidade e habilidade infernizava a defesa adversária. Jean, no apoio, também incomodava. Wágner, com o auxílio na criação das jogadas, pode trabalhar mais as bolas, acionando os companheiros.

Porém, o rival acabou achando o gol de empate. Em cobrança de falta pela direita, Seedorf cruzou e Rafael Marques cabeceou mal, acertando a bola na canela de Bolívar e ela foi morrer no cantinho de Diego Cavalieri. Falta de sorte do Tricolor. Mesmo assim, ainda dava para terminar o primeiro tempo na frente. Biro Biro receberia um outro passe açucarado de Jean, mas a redondinha ficou no seu pé esquerdo e ele bateu mal, para fora. O infernal atacante ainda fez boa jogada e cruzou para Wágner finalizar perto do gol de Jefferson.

Na volta para a segunda etapa, a partida seguiu sendo disputada em ritmo acelerado, mas o nível técnico caiu muito em relação à primeira. O Fluminense ainda era ligeiramente superior. Isso, porém, não serviu para mudar a história do confronto.

Biro Biro seguiu tentando pela esquerda e buscando as jogadas, só que passou a errar muitos passes. Já Rafael Sobis, principal esperança de gols, tentava bater a todo momento, sendo sempre travado. O adversário também não era sombra do time que chegou a sonhar com o título. Seedorf e Lodeiro eram incapazes de incomodar a defesa tricolor. Rafael Marques e Henrique tampouco. Assim, o empate acabou sendo inevitável.


Sem comentários