Fluminense fecha parcerias para reduzir custos na área de TI

Clube conseguiu baixar gastos administrativos em R$ 270 mil anuais

Além de uma importante reestruturação administrativa após a parceria com a Ernst & Young, o Fluminense começa a reduzir significativamente custos na área de TI (Tecnologia da Informação) com parcerias que melhoram sua rede digital interna e demais serviços de telecomunicações.

Foram negociados e colocados em prática permutas de espaços publicitários ou cessão de alguns produtos licenciados a fornecedores da área digital. A estratégia é uma parceria entre as áreas de TI e Marketing, e já celebrou contratos com as novas parceiras comerciais Radlink, RedeOn e NB Telecom, que já estão implementando os links dedicados de internet nas instalações de Laranjeiras, Xerém e CTPA.

Em paralelo, a TI do Fluminense conseguiu também negociar tarifas mais baratas com a empresa adquirente para pagamentos em cartões de crédito ou débito, medida que representa economia nos custos que incidem sobre as mensalidades dos sócios, escolinhas e outros serviços pagos com estas modalidades.

No total, a redução de custos administrativos estimada com estas medidas já representa cerca de R$ 270 mil anuais.